14 fevereiro 2013

[Resenha] Fallen - Lauren Kate

Título original: Fallen
Autor: Lauren Kate
Minha edição: Galera Record

"Há algo estranhamente familiar em Daniel Grigori. Misterioso, ele captura a atenção de Luce Price desde o momento que ela o vê em seu primeiro dia no internato Sword & Cross, em Savannah, Georgia. Ele é o único brilho em um lugar onde celulares são proibidos, os outros alunos são toscos e câmeras de seguranças acompanham todos os movimentos. Mesmo que Daniel não queira nada com Luce, e faz com que isso fique bem claro, ela não consegue deixar pra lá. Atraída por ele como uma mariposa é atraída por uma chama, ela tem que descobrir o que Daniel está tão desesperado pra esconder, mesmo que isso possa matá-la."


Eu confesso que realmente estava ansioso por ler esse livro. Além da maravilhosa capa, tive uma amiga me pressionando a lê-lo e fiquei curioso em relação a história após ler algumas críticas e resenhas. Pelo que percebi, ou você ama ou odeia o livro. No meu caso, eu fiquei curioso em relação ao próximo (risos). Não sei dizer se o primeiro livro da série foi bom ou ruim, apenas que fiquei na esperança de o segundo ser melhor.

Lauren Kate pecou na demora para apresentar um conflito que realmente prendesse o leitor na trama. Ela vai jogando as cartas na mesa aos poucos, criando aquele suspense e só fazendo aumentar nossa curiosidade, mas o efeito acabou sendo negativo. A atenção do leitor não é aguçada. Isso só acontece de fato a partir da metade do livro, quando as coisas boas realmente começam. Por diversas vezes (diversas mesmo!), abandonei o livro e fui fazer algo mais interessante.

Lucinda Price é acusada de matar o próprio namorado, Trevor, em um incêndio e é enviada para Sword & Cross, um reformatório muito sombrio para os padrões de "normalidade". Para mim, a autora exagerou um pouco nessa questão: uma escola ao lado de um cemitério e de uma igreja abandonada com uma piscina, onde são realizadas as aulas de natação. Há também câmeras espalhadas por todo o reformatório, descritas como "olhos vermelhos", para monitorar os alunos. Isso é muita fantasia para mim, e olha que eu gosto bastante de fantasia.

Já no reformatório, Luce conhece Daniel Grigori, um rapaz misterioso que insiste em ignorá-la. Luce tem a impressão de conhece-lo de algum lugar, mal sabe ela que há entre eles uma história de amor que perdura por milênios (ops, spoiler). Luce também conhece Cam, um rapaz atencioso que desperta sentimentos dentro dela, Penn, uma garota meiga que parece realmente gostar de Luce como irmã, e Ariane, uma garota maluca e muito engraçada (e que merece um prêmio por dar algum sentido ao primeiro livro).

Luce precisa decidir entre Daniel e Cam, o rapaz que a ignora ou o que lhe dá atenção. Escolha difícil, não? A partir da metade do livro, começamos a decifrar melhor a trama e realmente prestar atenção no livro. O final se mostra triunfal, dando um up na história toda e fazendo os leitores desejarem o próximo livro da série (David está incluso).

Apesar de toda a modinha ao redor do livro, achei a trama bastante inteligente e criativa. Lauren Kate tem um talento grande com as palavras, criando um mundo, de certa forma, novo e empolgante e nos presenteando com frases de amor memoráveis.

Lauren Kate nasceu na cidade de Dallas, estado do Texas nos Estados Unidos, no ano de 1981. Possui mestrado em ficção pela Universidade da Califórnia. Suas maiores obras incluem "The Betrayal of Natalie Hargrove" e a saga Fallen, que chegou à terceira posição na lista de best-sellers do jornal The New York Times. Kate declarou que sua experiência no "Old South" ("sul antigo") na área de Atlanta a fez situar Fallen em uma era Acadêmica da Guerra Civil. Atualmente vive em Los Angeles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para comentar o que quiser, mas use com moderação.