25 março 2013

[Resenha] A Maldição do Tigre - Colleen Houck

Título original: Tiger's Curse
Autor: Colleen Houck
Minha edição: Arqueiro

"Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco.

Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele.

O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.

Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.

A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times."

Eu não faço isso frequentemente, mas preciso comentar: como essa capa é linda! Admito que comprei o livro mais pelo design e acabamento (e todas as coras espalhafatosas que me chamam a atenção) do que pela história em sim, mas não me arrependo nada. Fui arrebatado pela trama que se mostra, de certo modo, simples e que ao mesmo tempo remete a uma cultura bastante complexa. Eu fico bastante confuso em relação aos inúmeros deuses hindus. Não consigo assimilar as diversas histórias ao seu devido deus e isso me estressa bastante. Bom, o foco dessa resenha é o livro, então voltemos a ele.

Dessa vez conhecemos Kelsey Hayes, uma jovem de 17 anos que perdeu os pais recentemente. Ela passa a viver com seus tutores, que são amigos dos falecidos pais. A jovem se mostra bastante responsável e anseia por um futuro melhor. Se descreve como uma garota comum, exceto pelo lindo sorriso que custou uma grana preta aos pais. Kelsey decide procurar um trabalho de verão, já que precisa de dinheiro para custear a faculdade. Sem muitas opções de emprego, ela aceita um trabalho temporário em um circo que está de passagem pela cidade. Ela é contratada como uma "auxiliar de serviços gerais" e uma de suas responsabilidades é ajudar a cuidar dos animais.

Dentre os animais do circo há o magnifico Dhiren, um lindo tigre branco de olhos azuis. Kelsey se sente atraída pelo tigre, como se houvesse uma ligação entre eles. A relação deles é de total confiança, algo que foi construído durante as duas semanas do contrato de trabalho de Kelsey e após diversas sessões de leitura de poemas e conversas onde Kelsey conta acontecimentos de sua vida ao tigre.

Já no fim do contrato de Kelsey, um estranho  representante é enviado até o circo para comprar e levar o tigre Dhiren de volta as florestas da Índia. Kelsey, então, é convidada para acompanhar o animal durante a viagem e ajudar na readaptação a vida de selvagem. Esse misterioso representante se chama Sr. Kadam, um indiano muito simpático que busca devolver o tigre a sua antiga vida. Mas não necessariamente sua vida na selva.

Isso tudo porque Dhiren é, na verdade, um príncipe indiano amaldiçoado ha mais de 300 anos atrás. Ren, como gosta de ser chamado, foi transformado em tigre após um conflito entre ele, seu irmão Kishan, que também foi amaldiçoado, e o pai de sua prometida esposa, um mago poderoso que desejava reinar por toda Índia. Kishan e Ren somente conseguem se transformar em humanos durante 24 minutos a cada 24 horas, tornando-se homens de pele morena e cabelos negros bastante atraentes.

É claro que Kelsey vai recusar viajar com um estranho homem e um tigre para o outro lado do Oceano Atlântico. Mentira. Ela aceita entrar nessa aventura de forma tão rápida que até me assustei. Talvez nossa protagonista não seja tão responsável assim (risos). É somente quando estão na Índia que Ren e Kelsey irão se conhecer de verdade. Pelo que tudo indica, a jovem é a escolhida para ajudar os príncipes indianos a quebrar a maldição e a aventura, enfim, começa. 

Kelsey e Dhiren embarcam em uma aventura pelas florestas indianas, investigando templos misticos, cavernas obscuras e cidades perdidas no afã de descobrir como quebrar a maldição de Ren e seu irmão. Mas não é só isso que toma conta dos pensamentos de nossa insegura protagonista. Kelsey precisa decidir se se deixará levar pelos galanteios de Ren, abrindo seu coração para algo que há muito não sentia e correndo os riscos de reviver sentimentos de perda provenientes da morte dos pais.

A Maldição do Tigre se mostrou um livro mágico, recheado de aventuras e de curiosidades sobre a cultura indiana. Me vi totalmente tomado pela trama, só não achei nada legal esse complexo de "eu não sou boa para ele" descrita em Kelsey. Colleen talvez tenha se sentido intimidada pelos famosos romances em que a princesa sofre desse pequeno distúrbio de auto-confiança. Na verdade, desde Katniss Everdeen não conheci nenhuma outra heroína que não sofra desse mal. Afora este pequeno probleminha, me encantei pela saga. 

A escrita de Colleen Houck se mostra bastante simples e fácil de ser lida, o tipo de livro que amo ler. Ao contrário do que os outros autores fazem, Colleen não deixou quase nada para trás. Praticamente tudo referente aos personagens principais do primeiro livro já foi contado, o que dá certa liberdade para criar algo mais solido para a trama. Ao mesmo tempo, o epílogo do livro nos trouxe possíveis novos problemas e aventuras... bom, só me resta ler O Resgate do Tigre com bons olhos, assim como fiz com o primeiro livro de uma série que vem conquistando o mundo. Aliás, os direitos autorais do livro já foram vendido e, sim, teremos uma adaptação para o cinema (\o/).

Colleen Houck nasceu no ano de 1969, em Tucson, Arizona, Estados Unidos. Colleen é, antes de tudo, uma leitora: adora ação, aventura, ficção científica e romance. Já trabalhou em uma variedade de cargos, como gerente de cozinha chinesa e intérprete de linguagem. Houck também se considera uma especialista na montagem de sanduíches Big Mac e Clássicos Big Bacon e, sim, o canal Food Network é sua o seu favorito. Abandonou a faculdade para embarcar em uma missão da igreja, onde ela conheceu o marido. Atualmente vive em Salem, Oregon, com seu marido e dois tigres de pelúcia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para comentar o que quiser, mas use com moderação.