12 março 2013

[Resenha] Ponto de Impacto - Dan Brown

Título original: Deception Point
Autor: Dan Brown
Minha edição: Arqueiro

"Quando um novo satélite da NASA encontra um estranho objeto escondido nas profundezas do Ártico, a agência espacial aproveita o impacto da sua descoberta para contornar uma grave crise financeira e de credibilidade. O peso dessa revelação acarreta sérias implicações para a política espacial norte-americana e, sobretudo, para a iminente eleição presidencial.

Com o objetivo de verificar a autenticidade da descoberta, a Casa Branca envia a analista de inteligência Rachel Sexton para a desolada geleira Milne. Acompanhada por uma equipe de especialistas, incluindo o carismático pesquisador Michael Tolland, Rachel se depara com indícios de uma fraude científica que ameaça abalar o planeta.

Antes que Rachel possa falar com o presidente dos Estados Unidos sobre suas suspeitas, ela e Michael são perseguidos por assassinos profissionais controlados por uma pessoa que é capaz de tudo para encobrir a verdade. Em uma fuga desesperada para salvar suas vidas, a única chance de sobrevivência para Rachel e Michael é desvendar a identidade de quem se esconde por trás de uma conspiração sem precedentes.

Com fascinantes informações sobre a NASA, a comunidade de inteligência e os bastidores da política americana, sem falar na polêmica discussão sobre a possibilidade de vida extraterrestre, Ponto de Impacto revela o amadurecimento de Dan Brown como escritor, reunindo todas as qualidades que o transformariam em um fenômeno mundial com seu livro seguinte, O Código Da Vinci."

Apesar de Dan Brown ser meu autor favorito, sinto uma enorme falta de criatividade por parte dele. Não estou me referindo aos personagens e muito menos ao tema dos livros, mas sim à "estrutura" da trama que quase nunca sofre modificações (não entrarei em detalhes por preguiça mesmo). Afora esse pequeno detalhe, me vi, mais uma vez, fascinado e fissurado em mais uma obra de Brown, que insiste em me prender na leitura de uma forma simplesmente linda. Esse é o talento de Dan, prender seus leitores com uma história verdadeiramente sufocante e ao mesmo tempo fascinante.

Dessa vez, Dan Brown nos leva até a plataforma de gelo Milne, na Região Ártica. Nesse gigantesco deserto gelado, a NASA descobre um meteorito que contém fosseis e que prova a existência de vida extraterrestre. A descoberta do século acaba se tornando uma questão politica, já que o senador Sedgewick Sexton, que disputa o cargo mais poderoso do mundo com o atual presidente dos Estados Unidos Zach Herney, baseia sua campanha politica nos exorbitantes gastos da NASA e suas falhas e essa descoberta seria a volta por cima da organização e a candidatura certa de Herney.

Procurando garantir a autenticidade do meteorito, a Casa Branca convoca quatro cientistas "civis" (que não têm nenhuma ligação com a NASA ou com o governo dos Estados Unidos) e também uma analista do serviço de segurança do país, a chamada NRO. Conhecemos, então, Corky Marlinson, um astrofísico muito engraçado que dá um up para a história, Wailee Ming, paleontólogo e o famoso "sabe tudo" da história, Dra. Norah Mangor, a glaciologista "dona" da plataforma Milne e de um humor péssimo, e Michael Tolland, um oceanógrafo, produtor de documentários, famoso mundialmente e o galã da trama, além de Rachel Sexton a nossa querida protagonista, dona de uma inteligencia invejável e de um corpo exuberante (como sempre nas histórias de Brown).

A equipe toda está bastante feliz com a descoberta do século, mas acabam se deparando com uma possível fraude cientifica que pode abalar todo o planeta com uma revelação imprevisível. A situação piora quando Rachel, Michael e os outros cientistas são perseguidos por assassinos profissionais enviados por alguém que busca manter o segredo do meteorito em segurança. 

Dan Brown nos agracia com mais um livro de tirar o folego, cheio de mistério e muito suspense. A forma como ele mistura fatos reais com fictícios sempre me encanta e me pego pesquisando sobre cada um dos temas de cada um dos livros dele. Nesse livro encontramos informações sobre toda a comunidade de inteligencia dos Estados Unidos, sobre a NASA e, acima de tudo, sobre a polêmica discussão sobre a existência de vida extraterrestre. Essa é a arte de Dan e é por isso que é meu autor predileto. 

Dan Brown
Daniel Brown nasceu em Exeter, Nova Hampshire, Estados Unidos, no ano de 1964. Após a graduação na Phillips Exeter em 1982, Brown entrou para o Amherst College, onde foi membro da Fraternidade Psi Upsilon. Foi à Europa para estudar História da Arte na Universidade de Sevilha, Espanha, onde começou a estudar seriamente os trabalhos de Leonardo Da Vinci. Publicou seu primeiro livro, Fortaleza Digital, no ano de 1998. Seguiram-se Ponto de Impacto, Anjos e Demônios e seu maior sucesso, o polêmico best-seller O Código Da Vinci. Conseguiu a façanha de colocar seus quatro primeiros livros simultaneamente na lista de mais vendidos do The New York Times. 

Um comentário:

  1. Adorei o livro.
    O livro tem uma história fascinante que te prende do inicio ao fim. Um livro cheio de aventura, ação e suspense.

    ResponderExcluir

Sinta-se livre para comentar o que quiser, mas use com moderação.